E9.PNG

AÇÕES FORMATIVAS

COORDENADAS POR SUZANA SCHMIDT VIGANÓ E WILSON JULIÃO

AÇÕES REALIZADAS

E38.PNG

O JOGO-INSTALAÇÃO E A PERFORMATIVIDADE NA PRÁTICA ARTÍSTICA COM A PRIMEIRA INFÂNCIA

Suzana Schmidt Viganó

Promoção: Ateliê Artes do Palco/Projeto Cupinzeiro

Guarujá – SP, dezembro de 2015

Esta ação de dois dias (teórico/prática) apresentou os principais pontos de pesquisa artístico-pedagógica desenvolvidos pelo Núcleo Quanta, em seu trabalho com crianças pequenas e seus pais, como o jogo-instalação, a vivência estética das crianças em interação performativa com o espaço, a criação relacional entre pais e filhos em cena,  a ludicidade como processo criativo com crianças pequenas e a transdisciplinaridade da vivência estética na primeira infância. Ação formativa para os integrantes do Projeto Cupinzeiro/ 2015.

IMG_20151205_155752427.jpg
IMG_20151205_153633526.jpg
IMG_20151205_173641540_HDR.jpg
E44.PNG
E45.PNG

CORPORALIDADE INFANTIL E ESPAÇOS RELACIONAIS:

ENTRE O BRINCAR E A CRIAÇÃO ARTÍSTICA 

Suzana Schmidt Viganó e Wilson Julião

28a. Semana da Educação Professor Paulo Freire/ Secretaria Municipal de Educação Santos/ Sesc Santos, 2016

Sesc Pompéia/ oficinas cênicas, 2018

Neste workshop, propomos uma imersão na corporalidade infantil e na sua relação lúdica e estética com o espaço. A partir dos estudos sobre a coordenação motora de Marie-Madeleine Béziers e do conceito sobre o espaço relacional de D.W.Winicott buscamos o encontro de um “corpo-criança” que vivencia o espaço enquanto jogo e dança, trazendo também a ideia de performatividade infantil, colocada por Marina Marcondes Machado. Procuramos assim, a partir da vivência desses conceitos, por meio de explanações teóricas e exercícios práticos, propor a criação de espaços e objetos que proporcionam essa corporalidade ampliada, como brincadeira fruída pela criança e como criação constante oferecida pelo adulto professor e cuidador.

AÇÕES OFERECIDAS

CURSO
CORPORALIDADE INFANTIL E ESPAÇOS RELACIONAIS:

ENTRE O BRINCAR E A CRIAÇÃO ARTÍSTICA 

Público Alvo: Professores de Educação Infantil e arte-educadores

Duração:  04 encontros de 03 horas

Neste curso, propomos uma imersão na corporalidade infantil e na sua relação lúdica e estética com o espaço. A partir dos estudos sobre a coordenação motora de Marie-Madeleine Béziers e do conceito sobre o espaço relacional de D.W.Winicott buscamos o encontro de um “corpo-criança” que vivencie o espaço enquanto jogo e dança, trazendo também a ideia de performatividade infantil, colocada por Marina Marcondes Machado. Procuramos assim, a partir da vivência desses conceitos, por meio de explanações teóricas e exercícios práticos, propor a reflexão sobre o entendimento do corpo da criança e sua importância na educação infantil e a criação de espaços e objetos que proporcionem essa corporalidade ampliada, como brincadeira fruída pela criança e como criação constante oferecida pelo adulto cuidador.

CURSO

ESPAÇOS LÚDICOS E A DANÇA - ECOSSITEMA CÊNICO, INSTALAÇÃO, PERFORMATIVIDADE E NARRATIVA. CRIAÇÃO DE ESPAÇOS DE AÇÃO

Público Alvo: Artistas, arte-educadores e interessados em geral

Duração:  04 encontros de 03 horas

Neste curso, partimos dos conceitos de instalação, como a organização de elementos plásticos e multimídia em um ambiente estético e de playground, como um espaço de entretenimento e vivência corporal como estímulos à exploração de movimentos e de uma atitude performativa. Tendo como inspiração o trabalho dos artistas Helio Oiticia, Lygia Clarck, Alan Kaprow, Anish Kapoor, Rudolf Laban e Pina Bausch, propomos a construção de ambientes tridimensionais com crianças que permitam a sua exploração sensorial e lúdica, integrando arquitetura, visualidade, dança e performance. O foco é a experiência da criança como performer ao explorar e construir esses espaços, tendo o adulto como facilitador dessa experiência, sensibilizando o seu olhar para a corporalidade e a sensibilidade estética na infância.

E21.PNG

WORKSHOP

O CORPO LÚDICO: PERFORMANCES ENTRE PAIS E FILHOS

Público Alvo: Famílias com crianças até cinco anos de idade

Duração:  03 horas

Este workshop propõe a criação de movimentos,  a composição plástica e a atitude performática como atividades lúdicas, num encontro entre artistas, crianças e suas famílias. Buscamos, a partir de jogos de movimentos como os propostos no sistema de jogos teatrais e no sistema Laban/Bartenieff e da composição plástica com objetos e elementos do espaço, propomos uma intervenção artística no espaço que surja da interação lúdica entre os participantes e interfira na relação entre pais e filhos. Inspirados pelo conceito de arte relacional, procuramos estimular a performatividade infantil e singularizar a relação entre pais e filhos como experiência artística.

WORKSHOP

JOGOS DE MOVIMENTO, DANÇA E CRIAÇÃO COM CRIANÇAS

Público Alvo: Crianças de seis a oito anos de idade

Duração:  03 horas


Release: Este workshop propõe a vivência da corporalidade infantil como possibilidade lúdica e estética. A partir de jogos de movimento que envolvam a percepção espacial, as dinâmicas rítmicas e o uso ampliado no corpo, procuramos explorar o espaço em suas linhas e níveis e as possibilidades de composição artística usando o corpo como suporte. Temos como referência o sistema de jogos teatrais, o sistema Laban/Bartenieff, o conceito de criança-performer, de Marina Marcondes Machado e as técnicas de composição coreográfica desenvolvidas por William Forsythe.

E31.PNG

PALESTRA

PASSAGENS E PEQUENOS: UM SOBREVOO NO ESTABELECIMENTO DE AÇÕES CULTURAIS PÚBLICAS PARA PRIMEIRA INFÂNCIA ATRAVÉS DA TRAJETÓRIA NO NÚCLEO QUANTA - O QUE SE FEZ, O QUE SE VIU, O QUE SE SOUBE.

Público Alvo: Educadores, artistas, cuidadores e interessados em arte e primeira infância

Duração:  02 horas, com espaço para debate e aprofundamento de questões

WORKSHOP

PERFORMANCE, INSTALAÇÃO E INTERVENÇÃO ARTÍSTICA COM CRIANÇAS

Público Alvo: Crianças de seis a oito anos de idade

Duração:  03 horas

 

Este workshop propõe a construção de instalações e performances com crianças. A partir da organização de objetos, elementos plásticos e audiovisuais que dialoguem com o espaço, propomos a criação de uma performance coletiva que envolva a construção desses espaços e a sua exploração lúdica. Inspirados pela obra de Joseph Beyus e pelo conceito de performatividade infantil, buscamos despertar o potencial artístico na infância, a partir da experiência com a composição plástica, corporal e cênica, criando espaços relacionais que tenham o olhar da criança como foco de observação e intervenção.